O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira (22) que começará a "cortar ou reduzir substancialmente" a enorme ajuda externa que Washington fornece de maneira "rotineira" a Guatemala, Honduras e El Salvador depois que os governos desses países não conseguiram "impedir" a saída da caravana de imigrantes.

"Guatemala, Honduras e El Salvador não foram capazes de fazer o trabalho de impedir que as pessoas saíssem de seus países e viessem de maneira ilegal aos EUA. Começaremos agora a cortar ou reduzir substancialmente a enorme ajuda estrangeira que lhes proporcionamos de forma rotineira", afirmou Trump na sua conta do Twitter.

A reação do presidente norte-americano ocorre no momento em que milhares de centro-americanos, especialmente crianças e mulheres, tentam sair de seus países rumo ao México e aos Estados Unidos.