Um dos principais players em transações eletrônicas e tecnologia para o mercado financeiro do país, o Grupo Nexxera – holding catarinense formada por quatro companhias – anunciou em dezembro do ano passado a compra de 50% dos negócios do Instituto Mapa e do MrPredictions. A primeira é uma empresa especializada em pesquisas de mercado, sociais e de opinião pública, e a segunda é focada em análises preditivas de mercado e estudos de cenário. As aquisições tiveram caráter estratégico para iniciar o grupo na área de pesquisas digitais e diversificar suas atividades, tradicionalmente concentradas no expediente das empresas subadquirentes.

Dessa iniciativa surgiu a Mapa Digital, uma nova marca voltada à produção de pesquisas baseadas nas tecnologias de big data, inteligência artificial, análise preditiva e aprendizagem automática. “Em nossos 25 anos de existência, iniciamos uma bem-sucedida escalada de inovações e queremos estar em sintonia com as necessidades do mercado, sempre orientando tendências”, afirmou o presidente da Nexxera, Edson Silva, no evento em que foi anunciada a nova empresa.

Empresa faz em média 2,5 bilhões de transações digitais por ano

O total de investimentos do grupo em 2017 foi de R$ 12 milhões, e seu faturamento atingiu R$ 100 milhões, mantendo a mesma margem do ano anterior. Atualmente, 70% das receitas da companhia são provenientes do processamento de transações eletrônicas financeiras, e os outros 30% correspondem aos serviços digitais. Uma das medidas prioritárias do grupo é justamente aumentar a atuação junto aos consumidores finais, uma vez que suas últimas aquisições potencializarão o uso de tecnologias ligadas ao big data e inteligência artificial na previsão de resultados relacionados a diversas áreas.

O presidente da Mapa Digital, José Nazareno Vieira, expôs na cerimônia de lançamento da marca o conceito de coeficiente eleitoral digital, composto pela utilização de algoritmos, análises de comportamento e engajamento do público em mídias sociais. A combinação desses elementos, afirma, pode apontar com precisão, por exemplo, os resultados de uma eleição com um nível quase milimétrico de minoração das margens de erro.

“Nossa ferramenta funciona com base numa infinidade de informações disponíveis na web entre indexações do Google, blogs, redes sociais e outros canais, e não se limita apenas a revelar as intenções de voto. A coleta de dados é feita e processada por programas de contextualização semântica e algoritmos cognitivos, entre outros recursos, podendo ser aplicada a qualquer área da economia”, explica.

Edson Silva: sintonia com as necessidades do mercado. Foto: Divulgação

Pagamento de contas

Outra solução apresentada foi o projeto Minha Floripa Digital, que materializa a intenção do grupo na aproximação com o consumidor. Por meio de um aplicativo, que pode ser baixado pela Apple Store ou Google Play, será possível pagar contas de consumo como água, luz e telefone, entre outras, com cartões de débito ou crédito, seja o usuário cliente de um banco ou não. A princípio, a novidade estará disponível apenas para os moradores de Florianópolis.

O produto foi criado pela Nix, subsidiária do grupo, em parceria com a Visa e a Adiq, que fazem parte da carteira digital do banco Bonsucesso. Atualmente, a Nexxera faz em média 2,5 bilhões de transações digitais ao ano e está conectada a 78 bancos, oito adquirentes nas principais bandeiras, mais de cinco mil empresas e dois milhões de pessoas físicas.

Justificada por todas as novas iniciativas, a expectativa do grupo para o ano de 2018 prevê um crescimento de 100%. “Com o visível aquecimento de mercado, especialmente a partir do segundo semestre de 2017, já temos muitos projetos em andamento”, afirma Edson Silva.