O novo presidente do Conselho de Estado de Cuba, Miguel Díaz-Canel, foi eleito com 99,83% dos votos dos 604 deputados e torna-se o primeiro político sem o sobrenome Castro a governar a ilha em quase 60 anos

O Parlamento cubano elegeu hoje Miguel Díaz-Canel para suceder a Raúl Castro na presidência de Cuba, tornando-se assim o primeiro político sem o sobrenome Castro a governar a ilha em quase 60 anos.

O novo presidente do Conselho de Estado de Cuba, Miguel Díaz-Canel, foi eleito com 99,83% dos votos dos 604 deputados presentes na sessão constitutiva da Nona Assembléia Legislativa, informou nesta quinta-feira a Comissão Eleitoral Nacional.

Díaz-Canel é um engenheiro de 57 anos que representa a passagem do poder para uma geração mais jovem, que nasceu após o triunfo revolucionário de 1959.

Em suas primeiras palavras como presidente de Cuba, Diaz-Canel se comprometeu a agir, criar e trabalhar "sem descanso" para atender o povo e corresponder à confiança depositada pelos principais líderes da Revolução Cubana.

Díaz-Canel é um engenheiro de 57 anos que representa a passagem do poder para uma geração mais jovem, que nasceu após o triunfo revolucionário de 1959

A presidente desta instituição, Alina Balceiro, anunciou que Salvador Valdés Mesa, primeiro vice-presidente, também foi indicado com 100% dos votos, enquanto Ramiro Valdés, Roberto Morales, Gladys Bejerano, Inês María Chapman e Beatriz Jhonson foram selecionados para ocupar os cinco cargos de vice-presidentes do Conselho de Estado da ilha.

Esse órgão do governo serve como representante da Assembleia Nacional, órgão legislativo supremo em Cuba, entre suas sessões e executa as resoluções adotadas nas sessões plenárias do parlamento, além de cumprir outras funções que a Constituição lhe atribui.

O Conselho de Estado também é composto de 23 outros membros e um secretário, cargo no qual continuará Homero Acosta.

Excepcionalmente, o Parlamento cubano se reuniu por dois dias, nesta quarta e quinta-feira. No primeiro dia, a candidatura do presidente e dos membros do Conselho de Estado, que é o órgão que governa o país, foi apresentada e votada, mas os resultados foram anunciados nesta quinta-feira.

Como presidente do corpo legislativo do Conselho de Estado, Diaz-Canel é automaticamente o presidente da República e do Conselho de Ministros de Cuba.

Anteriormente, Díaz-Canel foi Ministro do Ensino Superior e dirigiu o Partido Comunista de Cuba na província central de Villa Clara e no Leste de Holguin.

Raúl Castro deixa a presidência cubana, mas permanecerá à frente do poderoso Partido Comunista de Cuba até 2021, quando a organização comunista realizar seu próximo congresso.