Os 100 mil visitantes que irão assistir aos Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019 deixarão US$ 300 milhões na economia da capital do país, afirmou o presidente do Bureau de Convenções e Visitantes de Lima, Carlos Canales.

Ele afirmou que são esperados para o evento 100 mil visitantes, entre diretores, atletas, treinadores, parentes e muitas pessoas que acompanham as delegações dos países participantes.

"Isso cria uma dinâmica econômica muito importante e estamos falando de pelo menos US$ 150 milhões que deverão ser injetados na cidade de Lima por parte dos acompanhantes dos atletas, dos turistas e dos torcedores", disse.

Canales afirma que as despesas dos atletas são cobertos pelo Estado peruano, mas que essa quantia também irá ficar em Lima.

"Se você tem uma Vila Olímpica, ela terá que ser gerenciada, pois gera gastos com alimentação, serviços e transporte que também favorecem a cidade", afirmou.

Na semana passada, o presidente do Comitê Organizador dos Pan-Americanos de Lima (Copal), Carlos Neuhaus, informou que os investimentos em projetos de infraestrutura na capital peruana será de 5 bilhões de novos sóis (cerca de US$ 1,5 bilhão).