Os dados anunciados no mês passado sobre o bom avanço da economia uruguaia este ano levou os analistas privados a corrigir para cima suas prokeções do crescimento econômico local para 2017 e 2018. Ao mesmo tempo, na medida em que a inflação segue moderada e as perspectivas de alta do dólar para os próximos meses também, a maioria dos especialistas preveem que o ano feche com um aumento de preços em linha com o nível da meta oficial.

Os resultados da Sondagem de Expectativas Econômicas do "El Observador" em junho mostram que todos os economistas privados, empresas de consultoria, centros de pesquisa acadêmica e instituições financeiras consultados corrigiram para cima suas expectativas de crescimento durante o último mês.

Para este ano, os especialistas preveem uma expansão da atividade 3,3%, o que significa um aumento significativo em comparação com os 2,1% registrados em maio. Para o próximo ano, a melhoria das perspectivas de 2,7% para 3,1%.