A Enel Brasil Investimentos Sudeste S.A., braço da elétrica italiana Enel, fechou nesta segunda (4) a compra de mais de 73,38% das ações da Eletropaulo Metropolitana de São Paulo (Eletropaulo).

A Bolsa de Valores de São Paulo informou que na oferta pública foram negociados 122,799.289 milhões de papéis da Eletropaulo, com valor de R$ 45,22 cada, totalizando R$ 5,55 bilhões. A companhia possui cerca de 167,3 milhões de ações em circulação.

Com a compra, a Enel torna-se controladora da Eletropaulo, que atende a capital paulista e 23 cidades da região metropolitana de São Paulo. A empresa será a maior distribuidora de energia do país, ultrapassando a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), da chinesa State Grid.

Os maiores acionistas da Eletropaulo antes do leilão eram a norte-americana AES e o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A empresa já controla distribuição de energia no Rio de Janeiro, no Ceará e em Goiás, além de usinas eólicas e solares.