O presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, é o novo ministro do Turismo. Confirmando as indicações durante a abertura da WTM, na terça (3), é ele quem substituirá o atual titular da pasta, Marx Beltrão, que deixará o cargo nesta sexta-feira, 6, para concorrer ao Senado Federal. Como novo ministro, Lummertz tomará posse na próxima semana.

A escolha de Lummertz para o cargo foi definida durante reunião no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (5), entre Beltrão, o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretária-geral da Presidência) e Carlos Marun (Secretaria de Governo), mais o líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi (SP). A pasta pertence à quota do MDB desde o governo anterior.

Lummertz, que retornou à Embratur em julho de 2016, logo após a posse de Temer, já atuou antes no ministério, pois ocupou o cargo de secretário nacional de Políticas do Turismo. Como da vez anterior, foi indicado pela bancada catarinense.

União com Argentina

Na WTM Latin America, enquanto insistia na projeção do instituto em agência, sua principal reinvindicação à frente da Embratur, Lummertz e sua equipe também realizavam prósperos acordos sobre ações conjuntas na promoção do país e da região Mercosul.

Com a Argentina, principal parceiro nesta atuação, houve a definição sobre a atuação dos dois países na divulgação e promoção na China, o maior mercado emissivo mundial. Com a INPROTUR (Instituto Nacional de Turismo), serão promovidos roadshows na China, em maio, para a divulgação conjunta dos destinos, com ênfase nas Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas do mundo. 

A preparação da missão que acontecerá no próximo mês foi realizada com a ideia de trabalhar especialmente os atrativos de Ecoturismo e Turismo de Aventura, produtos de especial atenção junto aos turistas chineses.

As negociações sobre o tema, entre Vinicius Lummertz, como titular da Embratur, e o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, acontecem há um bom tempo. Com esta definição, abre-se também o caminho para a irmanação entre as Cataratas do Iguaçu e a Muralha da China, outra das Maravilhas, e para a cooperação técnica.

Durante o mês de maio, a Embratur participará – como a Argentina -  da ITB China, uma das principais feiras de turismo, e o roadshow para capacitação do trade chinês será promovido em quatro cidades: Pequim, Xangai, Cantão e Hong Kong.