Entre paulistas, paranaenses, gaúchos, argentinos e uruguaios, a cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense, vive uma condição especial nas temporadas de verão.

Mais de 60% dos visitantes chegam com os familiares, e 99% dos turistas que conhecem a cidade pretendem voltar. Segurança e limpeza pública foram destaques na mais recente pesquisa de opinião, alcançando índices de 53% e 56%, respectivamente.

Nesta semana teve início o recadastramento imobiliário da cidade, reconhecida como uma das que mais possuem edifícios na orla das praias.

Camboriú completou sua primeira temporada como novo porto de cruzeiros e teve sucesso com as 19 escalas de navios de três companhias e o desembarque de mais de 80 mil passageiros que movimentaram o comércio e atividades do município. Para a próxima temporada, que terá inicio em novembro, estão agendadas 27 paradas dos navios.

Esses turistas vão encontrar bem adiantados as obras de uma primeira etapa que vai ampliar a faixa de areia de 30 para 90 metros. O instituto do meio ambiente de Santa Catarina aprovou a licença ambiental para a realização da primeira das três etapas previstas para o projeto.

A prefeitura local confirma também a criação da BC Investimentos, a agência municipal de promoção e atração de investimentos, que pretende viabilizar uma série de ações com benefícios para as atividades turísticas do município.