A dinâmica na logística é simples: quanto mais eficiência em menor tempo, mais lucros e impulsos de crescimento a empresa irá obter. Saímos da era industrial e estamos cada vez mais avançando na era digital da comunicação, e esse conceito deve estar presente e atualizar as operações das empresas, principalmente em setores que sempre foram tão trabalhosos de se obter controle. E para se ter controle do que acontece dentro da logística de uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, é necessária uma gestão que supra as demandas de modo organizado e assertivo. Mas por que a gestão empresarial na logística é tão importante para o potencial competitivo?

A logística empresarial surgiu da necessidade de melhorar a qualidade da operação, visando uma melhor experiência para o cliente e a redução de custos. No Brasil, a logística sempre foi vista com muita complexidade operacional, uma vez que a tecnologia, que é a maior aliada deste processo, caminhava de modo lento e custoso ao ser comparada com a utilizada pelos países de primeiro escalão. Mas, atualmente, o cenário está mudando, e nos últimos anos pudemos acompanhar avanços de gerenciamento nunca imaginados, como o total controle dos processos de produção, sendo alguns deles estoques, emissão de notas fiscais, entregas de mercadorias. Ter essas informações em mãos permite fazer previsões e dar respostas aos consumidores em tempo real, a exemplo de empresas que efetuam logística para todo o país e também para fora dele, estes necessitam de uma tecnologia gerencial que seja tão grande como as atividades que devem ser realizadas e concluídas com sucesso.

No Brasil, a logística sempre foi vista com muita complexidade operacional, uma vez que a tecnologia, que é a maior aliada deste processo, caminhava de modo lento e custoso ao ser comparada com a utilizada pelos países de primeiro escalão

Uma vez que a operação logística é uma cadeia de processos dependentes uns dos outros, a necessidade de uma gestão de controle se torna a base para uma melhor comunicação entre os processos, evitando falhas e problemas futuros. A eliminação de erros e atrasos é o maior desafio na logística, e a ausência deles é o que torna o processo bem-sucedido e faz a empresa se destacar entre as demais no mercado. Partindo desse ponto, podemos afirmar que o investimento em uma boa gestão reflete em dores de cabeça eliminadas, e uma vez que as falhas não acontecem, todos os processos fluem em menor tempo, permitindo que a empresa proporcione ao cliente a melhor experiência.  A cada dia os clientes se tornam cada vez mais exigentes, pois a globalização desacomodou o mercado e exige cada vez mais inovações que possam simplificar os processos com menor custo.

Uma logística de custos reduzidos e maior produção sempre será o maior desafio das empresas do ramo de comércio exterior. A que conseguir maior assertividade nesse setor, certamente estará entre as melhores com um nível competitivo alto. E para alcançar esse tão desejado posto no mercado, é necessária uma gestão administrativa não apenas com avaliação de desempenho, mas também em transformar a tecnologia em uma parceira que irá proporcionar controle organizacional em tempo real, e consequentemente, o maior controle de todas as operações.

Claudemir Lopes - Diretor de Produtos da Bysoft