Atualmente, o inglês é o idioma internacional e cada vez mais as vagas de empregos exigem sua fluência.

No México, segundo um pesquisa realizada pela OCCMundial, apenas 11% dos profissionais dominam o idioma e 39% têm algum nível de conhecimento, sendo que a metade dos entrevistados diz ter perdido uma oportunidade por não falar inglês.

O primeiro contato que as pessoas têm com uma empresa, via de regra, é por meio do currículo, sua apresentação e redação é a chave para chegar à etapa de uma entrevista pessoal. Além disso, uma quantidade cada vez maior de empresas solicita um currículo em inglês e ele requer o mesmo comprometimento que o feito em português ou espanhol. 

Javier Figarola, CEO da ABA English, aplicativo para smartphone que permite aprender inglês por meio de filmes e cenas, oferece uma série de conselhos que você deve levar em conta ao redigir o currículo.

Segundo o empresário, deve-se evitar a tradução literal do currículo porque isso acaba sendo uma prova clara de um conhecimento reduzido do idioma. Também é necessário ser capaz de usar uma linguagem formal que reflita experiência e habilidade em relação ao idioma.

Além disso, Figarola afirma que não se deve incluir dados pessoais ou fotografias em um currículo, a não ser que a vaga requisite, porque no Reino Unido e nos Estados Unidos esse tipo de informação não é compartilhada (em respeito a leis contra discriminação).

No início do currículo, deve ser escrito um resumo executivo com perfil profissional, experiências e habilidades. O empresário também recomenda que as informações fiquem em ordem anti-cronológica, começando dos últimos cargos e formações para os mais antigos.

É fundamental não mentir ou inflar habilidades, sobretudo o domínio de idiomas. "Tudo acaba sendo notado, ainda mais se você diz que tem um nível de inglês 'nativo' e não é capaz de manter uma conversa por telefone com a responsável pelos recursos humanos".

Faça uso de verbos de ação na hora de redigir o currículo, para indicar profissionalismo e rigor (analyzed, coordinated, led, organized, supervized) mas evite a repetição do pronome pessoal "I"; quando não for possível, inicie os parágrafos com o verbo no gerúndio ou particípio passado.

Por fim, tente não execeder duas folhas de extensão e sempre revise antes de enviar, a melhor forma de acompanhar um currículo em inglês é ser capaz de se expressar com clareza e firmeza em uma entrevista pessoal de trabalho.

Aplicativos para smartphone

As novas plataformas tecnológicas são uma alternativa para aqueles que não têm tempo suficiente e precisam aprender o idioma em um curto prazo. Nesse sentido a ABA English pode ajudar. "Em nossa metodologia, criamos situações, como se alguém fosse viver no exterior, e as levamos ao mundo digital, o que te faz passar o tempo todo falando, o que é importante porque para dominar um idioma tem que praticar bastante", diz Figarola.

Além disso, o app concede um certificado da Universidade de Cambridge ao término de cada nível (que equivale a 40 horas) e cada nível (que dura 40 horas) equivale a um semestre em uma universidade.

10 dicas para fazer seu currículo:

1 - Evite a tradução literal

2 - Não coloque fotos

3 - Não inclua dados pessoais

4 - Use uma linguagem apropriada

5 - Faça um resumo executivo

6 - Estabeleça uma ordem anti-cronológica

7 - Use uma estrutura pré-determinada

8 - Não minta

9 - Não escreva mais de duas páginas

10 - Revise antes de enviar