O Peru registrou, em fevereiro deste ano, a maior alta nas exportações para os seus principais parceiros comerciais na América Latina e na China, informou o Banco Central de Reserva (BCR).

De acordo com dados da Organização Mundial do Comércio (OMC), no acumulado de março de 2016 a fevereiro de 2017 o valor das exportações dos principais países da América Latina aumentou 0,8% em relação ao mesmo período dos anos anteriores. 

Dentre os países com resultados positivos, o Peru lidera com 14,5%, seguido por Paraguai (4,8%), Argentina (1,3%) e Brasil (0,6%). 

Por outro lado, entre os países que tiveram quedas nas exportações, a Bolívia teve o pior resultado, com queda de 11,1%. Também ficaram no negativo Chile (-1,4%), Colômbia (-4,8%) e Uruguai (-6,6%).

Mundo 

Em fevereiro de 2017, o valor das exportações mundiais cresceu 6,4% em relação ao registrado no mesmo mês de 2016, quarta alta consecutiva da taxa interanual.

O resultado se deve ao crescimento das exportações das economias emergentes e a recuperação dos preços internacionais das commodities.

Por outro lado, o volume do comércio mundial aumentou 2,5% em fevereiro de 2017 em relação ao mesmo mês do ano anterior, representando o quarto mês seguido em que se registra uma variação interanual positiva.

O aumento do valor das exportações mundiais em fevereiro de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado refletiu, principalmente, o maior dinamismo das economias emergentes (11,2%) e o crescimento registrado pelos países do G7 (que é formado pelas sete maiores economias mundiais).